COTAÇÕES REGIONAIS - 26/01/2018

SOJA

Os contratos futuros da soja encerraram o pregão desta quinta-feira (25), em baixa na Bolsa de Chicago. O contrato com vencimento para o mês de março/18 encerrou o dia cotado a US$ 9,92 ¼ por bushel, alta de 0,00 por bushel. Já o contrato para o mês de maio/17 encerrou o dia cotado a US$ 10,03 ¾ por bushel, alta de 0,00 por bushel. O contrato com vencimento para julho/18 encerrou o dia cotado a US$ 10,13 ¼ por bushel, baixa de 0,25 por bushel. O contrato para o mês de agosto/18 encerrou o dia cotado a US$ 10,10 por bushel, baixa de 0,75 por bushel. No mercado brasileiro, em Panambi (RS), a saca caiu 2,40% e fechou o dia a R$ 61,02. Em Não-me-toque (RS), o recuo ficou em 2,42%, com a saca a R$ 60,50. Na região de Cascavel (PR), a queda foi de 2,36%, com a saca de soja a R$ 62,00. Já em Pato Branco (PR), a perda ficou em 2,31%, com a saca a R$ 63,50. Em Sorriso (MT), a perda ficou em 1,82% a saca a R$ 54,00. Nos portos, o dia foi de ligeiras perdas. Nesta manhã de sexta-feira (26), os futuros da soja voltaram a subir, mesmo que timidamente, na Bolsa de Chicago. O mercado internacional recupera parte do leve recuo registrado no pregão anterior, o qual chegou depois que os preços bateram nos US$ 10,00 por bushel. As condições de clima na Argentina permanecem no radar dos traders e preocupando os traders, principalmente em função do papel do país nos mercados de farelo e óleo de soja, já que os argentinos são os maiores exportadores mundiais de ambos os produtos. O que limita os ganhos, porém, segundo explicam analistas internacionais, são os bons estoques globais e o caminhar do Brasil para colher uma boa safra. De outro lado, essa menor oferta esperada para vir da Argentina, poderia aumentar a disputa pela soja americana e o movimento trazer força aos preços em Chicago. Segue no radar dos traders também o movimento do dólar que, batendo em suas mínimas em três anos, favorece o movimento de alta das commodities ao deixar os produtos americanos mais atrativos para os importadores.

Disponível FOB – Mercado De Lotes R$/60 Kg – Mercado Interno de Soja
PRAÇA ATUAL C-V DIA ANTERIOR SEMANA / % MÊS / %
PARANAGUÁ CIF  72,50  73,00  0,7  0,0  
PONTA GROSSA  69,50  70,00  -0,7  -1,4  
NORTE  68,50  69,00  0,7  -1,4  
OESTE  67,00  67,50  0,0  -1,5  
SUDOESTE  68,00  68,00  0,7  -1,4  
Fonte: www.agrural.com.br


MILHO

Os contratos futuros do milho encerraram o pregão desta quinta-feira (25), em baixa na bolsa de Chicago. O contrato para o mês março/18 fechou o dia cotado a Us$ 3,56 ½ por bushel, baixa de 1,00 centavos de dólar. O contrato para o mês de maio/18 encerrou o dia cotado a Us$ 3,63 ¾ por bushel, baixa de 1,00 centavos de dólar. O contrato para o mês de julho/18 encerrou o dia cotada a Us$ 3,71 ¾ por bushel, baixa de 1,25 centavos de dólar. Já o contrato para o mês de setembro/18 encerrou o dia cotado a US$ 3,79 ¼ por bushel, baixa de 1,25 centavos de dólar. No mercado brasileiro, m Sorriso (MT), o preço cedeu 14,29%, com a saca a R$ 12,00. Na contramão desse cenário, o preço subiu 2,86% em Campo Novo do Parecis (MT), com a saca a R$ 18,00. Já em Tangará da Serra (MT), a alta ficou em 2,70%, com a saca a R$ 19,00. No Oeste da Bahia, a valorização foi de 1,75%, com a saca a R$ 29,00. As demais praças permaneceram estáveis. Ainda na visão dos especialistas, os participantes do mercado estão focados na colheita da primeira safra de milho no Centro-Sul do país. E o cenário mantém os preços pressionados negativamente no mercado doméstico. Na Bolsa de Chicago (CBOT), os futuros do milho iniciaram a sessão desta sexta-feira (26) com ligeiras altas, próximas da estabilidade. Perto das 7h51 (horário de Brasília), as principais posições do cereal testavam ganhos entre 0,50 e 0,75 pontos. O mercado voltou a testar o lado positivo da tabela ainda suportado pelas preocupações com o clima na Argentina. "Ainda nesta quinta-feira, o país cortou suas estimativas para as safras de soja e milho diante das condições excessivamente quentes e secas que podem causar um declínio nos rendimentos das culturas", reforçou a Reuters internacional. Paralelamente, o comportamento do dólar americano também segue no radar dos participantes do mercado. Ainda hoje, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), reporta seu novo boletim de vendas para exportação, importante indicativo de demanda.

Cotações – R$/Saca 60 Kg
PRAÇA COMPRA VENDA SEMANA / % MÊS / %
PARANAGUÁ CIF  30,50  0,0  0,0    
C. MOURÃO  27,00  0,0  -1,8    
CASCAVEL  27,50  0,0  0,0    
MARINGÁ  27,50  0,0  -1,8    
PONTA GROSSA  29,50  0,0  0,0    
GUARAPUAVA  28,00  0,0  3,7    
Fonte: www.agrural.com.br


TRIGO

Os contratos futuros do trigo encerraram o pregão desta quinta-feira (25) em baixa. O contrato com vencimento para o mês de março/17 fechou o dia cotado a US$ 4,34 ½ por bushel, uma valorização de 1,75 centavos de dólar. Já no mercado futuro o contrato para o mês maio/18 encerrou o dia cotado a US$ 4,35 ½ por bushel, uma desvalorização de 2,75 centavos de dólar. O contrato para o mês de julho/18 encerrou o dia cotado a US$ 4,59 por bushel, uma valorização de R$ 1,50 centavos de dólar.

Mercado Físico =Preço (Lote) – S /ICMS
PRAÇA COMPRA R$/Sc VENDA R$/Sc SEMANA / % MÊS / %
PONTA GROSSA  30,00  35,00     
MARINGÁ  34,50  34,50     
CASCAVEL  35,00  36,00     
Fonte: SEAB/DERAL. SINF = Sem Informação


BOI GORDO

O mercado futuro de boi gordo encerrou as operações desta quinta-feira (25) com as cotações em terreno misto na BM&F. Foi negociado o total de 408 contratos e 6.422 contratos em aberto. O contrato com vencimento para o mês de janeiro/17 encerrou o dia cotado a R$ 145,55 alta de 0,05 por arroba. O contrato com vencimento para janeiro/18 fechou o dia cotado a R$ 144,50 baixa de 0,30 por arroba. O contrato com vencimento para o mês de fevereiro/18 encerrou o dia cotado a R$ 143,70 baixa de 0,10 por arroba. Já no contrato para o mês março/18 encerrou o dia com baixa de 0,10 cotado a R$ 143,70 por arroba.

Preço de Mercado – Boi Gordo
PRAÇA PRAZO DIAS BOI G. R$ BOI G.US$ ANTERIOR US$ MÊS US$ / % ANO US$ / %
SÃO PAULO  30  148,00  46,20  46,10  2,6  -1,8  
PARANÁ  30  145,00  45,20  44,90  5,6  -4,5  
Fonte: www.agrural.com.br
  Boletim Diário do Caaf
Receba o Boletim Informativo
por email
Visualize todos os Boletins
produzidos pelo CAAF

Notícias
06/03 - Suíno vivo: Praças registram alta, mas cenário ainda é indefinido
06/03 - Agro gerou mais de 10 mil vagas formais em janeiro.
06/03 - Brasil deve aumentar competição com os EUA no mercado de soja.
06/03 - Milho: Preço cai em muitas regiões, mas sobe em Campinas (SP)
06/03 - Mandioca: Com menor disponibilidade, preços voltam a subir.
06/03 - USDA: Embarques semanais de soja e milho dos EUA ficam acima do esperado.
[+] Notícias
Eventos
[+] Eventos
Clima
CEP:
 

Região: